April 14th, 2010

O Marketing Deve Ser Objetivo

Seja específico.

Um dos maiores problemas que vemos hoje na comunicação em geral e no marketing em particular é a falta de objetividade. Na vontade de ser tudo para todos, as empresas perdem o foco e acabam caindo na tentação de agradar os consumidores com mensagens que não dizem nada, ou pior, soam arrogantes e pretenciosas. Será que um telefone Motorola faz de alguém uma pessoal "cool", como a campanha Hello Moto acredita?

Empresas que apostam em campanhas nas quais querem convencer o público que seus produtos vão permitir que o consumidor entre para um grupo da moda estão tomando o caminho errado. Estes grupos, ou tribos (como os chama o Seth Godin) existem antes dos produtos. Eu compro o produto porque ele se encaixa em meu perfil, e não para que eu me encaixe no dele. Quando a empresa faz comunicação de estilo de vida, ela deixa de me comunicar fatos sobre o produto que poderiam me convencer que ele é adequado para mim. 

Não são só as empresas que fazem isso. Parece que estamos na era da generalização tola, mais parecida com uma lavagem cerebral que com uma mensagem para seres inteligentes. "Vamos salvar o planeta" não me leva a nenhuma ação objetiva. Por que não "Vamos despoluir o Tietê" ? "Somos todos irmãos" é bonito, mas "Doe agora para os órfãos de São Paulo" seria melhor. 

Quando as empresas entram nessas platitudes, a mensagem soa terrivelmente insincera.

Posted via email from Rápidas do Pensando Marketing

Rápidas