November 22nd, 2009

Brasil: Comunismo ou Fascismo? Os Dois.

As pessoas ainda se iludem com a falsa dicotomia entre esquerda e direita. Há muito tempo, o jogo se transformou em uma luta entre autoritarismo (Estado monstro, burocracia, controle da vida privada) e liberdade (de expressão, de consciência, econômica).
A China é um país comunista onde existem inúmeros bilionários. Na Rússia, os dirigentes comunistas viraram milionários. No Brasil, temos um governo socialista nas políticas culturais e sociais, metendo a mão no bolso dos pobres e da classe média com impostos absurdos e querendo legislar sobre o que pensamos, acreditamos e dizemos. Mas também temos inúmeros capitalistas vivendo como parasitas do governo. Isso é fascismo.
Precisamos mudar este conceito de esquerda-direita e entender que a liberdade do cidadão, com a menor intrusão possível do Estado, é a única esperança.

Brasil, o país do SOCIO-FASCISMO

Lista de empresas que pagaram o filme-propaganda de Lula (Veja de 22/11/09):

Lula, o Filho do Brasil foi patrocinado e apoiado por um grupo de empresas, a maioria delas com negócios com o governo, que doou 10,8 milhões de reais

AmBev – Em 2005, o BNDES destinou 319 milhões de reais para a empresa de bebidas.

Camargo Corrêa – A construtora participa das obras do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, tendo recebido, em 2008, 102,7 milhões de reais.

CPFL Energia – O controle da distribuidora de energia está dividido entre a Camargo Corrêa, o BNDES e fundos de pensão de estatais.

EBX – Os empréstimos feitos pelo BNDES às empresas de Eike Batista ultrapassam 3 bilhões de reais só neste ano.

GDF Suez – A empresa faz parte do consórcio responsável pelas obras da hidrelétrica de Jirau e recebeu do BNDES empréstimo de 7,2 bilhões de reais.

Grendene – O BNDES aprovou, em 2008, financiamento de 314 milhões de reais para a aquisição total do controle acionário da Calçados Azaléia pela Vulcabrás dos mesmos controladores da Grendene.

Hyundai – Em 2007, o governo federal deu uma mãozinha para a implantação da fábrica da montadora em Goiás.

Neoenergia – O Banco do Brasil e a Previ (fundo de pensão dos funcionários do BB) detêm, juntos, 61% da companhia. Em 2008, o BNDES aprovou crédito superior a 600 milhões de reais para a construção de usinas pelo grupo.

OAS – Foi uma das financiadoras da campanha de reeleição de Lula. Participa das obras do PAC, tendo recebido, em 2007, 107 milhões de reais.

Odebrecht – Venceu em 2007, em parceria com a estatal Furnas, a licitação para a construção da usina de Santo Antônio, no Rio Madeira. O valor do investimento foi definido em 9,5 bilhões de reais, com 75% do total financiado pelo BNDES.

Oi – O BNDES aprovou, na semana passada, financiamento de 4,4 bilhões de reais, o maior valor já concedido para uma empresa de telecomunicações. Desde a aquisição da Brasil Telecom (BrT), bancos públicos já aprovaram empréstimos de mais de 11 bilhões de reais ao grupo Oi. O BNDES e a Previ têm participação no bloco de controle da companhia de telefonia.

Volkswagen – Tem contrato com o governo para o programa Caminho da Escola para a renovação da frota de ônibus escolares. Em agosto, entregou o primeiro lote de 1 100 veículos, pelo qual recebeu 223 milhões de reais.

Posted via email from mandaba.la

Rápidas