November 11th, 2009

Propaganda Política – Porque a Dilma Vai Ganhar

dilma-serraPara os que se interessam pelo tópico de propaganda política, incorretamente chamada de marketing político, as próximas eleições trarão uma lição importante em estratégia de comunicação.

Afirmo com tranquilidade, por trás de 20 anos de experiência em marketing: se o PSDB continuar com a atual estratégia, a Dilma vai ganhar. Será uma tragédia para o país, que caminhará para a situaçào de uma Venezuela ou Cuba.

O PSDB não aprendeu com os erros da eleição passada. Geraldo Alckmin não se posicionou contra Lula de forma alguma, chegando a ganhar o apelido de candidato-chuchu, aquele que não tem gosto de nada. No livro “Posicionamento”, de Al Ryes e Jack Trout, aprendemos há décadas atrás que o consumidor (ou eleitor) só tem espaço para um produto em cada categoria. Só há um líder em hamburgueres: o McDonald’s. Os outros precisam ter algum outro diferencial para sobreviverem.

Alckmin violou este preceito sagrado e, ao invés de tomar para si um programa diferenciado, como talvez o saneamento básico, a tecnologia ou, por que não, a honestidade (aproveitando o escândalo do mensalão), apenas copiou o discurso de Lula. Alckmin resolveu convencer o povo que os programas Bolsa-isso e Bolsa-aquilo seriam obra do PSDB. Pode até ser verdade, mas o conceito estava associado de forma permanente a Lula. O que importa na eleição é a percepção, mais que a verdade. Seria mais fácil tentar convencer o povo que Alckmin tinha mais barba que Lula.

Novamente vemos o PSDB querendo ser mais católico que o Papa. Lula resolveu que Dilma terá a imagem do ambientalismo. Os recursos do governo são imensos. Dilma será a porta-voz do Brasil em Copenhagem, onde entregaremos nossa economia à ONU em função das mentiras de Al Gore. Dilma estará na frente de todas as iniciativas ecológicas de agora em diante.

O que faz Serra? Ao invés de se ater ao passado terrorista de Dilma, ou propor uma agenda racional de desenvolvimento, ou qualquer outro tópico original, ele quer brigar com Lula, mostrando que acredita mais na religião do Al Gore que o PT. Ele quer provar ao mundo que é mais católico que o Papa.

O resultado será: o povo votará no Papa (o PT) e não em Serra.

Serra precisa imediatamente deixar essa loucura de querer ser mais PT que o PT e criar uma identidade. O PSDB é o partido em cima do muro. Já virou piada. O tempo é curto, é necessária uma estratégia diferenciada, que seja querida dos brasileiros e que seja contrária ao PT. Eu sugiro a defesa da família e o combate à ditadura do comunismo, com um apelo à liberdade.

Terá Serra coragem para isso? É impressionante que estejam pagando milhões para esses publicitários incompetentes para cometerem esses erros básicos. Senhor Serra, trabalho melhor pela metade do preço.

Planalto usa Amaz̫nia para inflar Dilma РNacional РEstaḍo.com.br.

Blog . Propaganda . Sociedade